Banner PagSeguro

Custo de vida no Vale do Paraíba é puxado por alta na cesta básica em SP

A cesta teve alta de 1,23% em outubro; batata e tomate tiveram aumento recorde de preço


O custo de vida no Vale do Paraíba, subiu durante o período da pandemia e grande parte desse aumento se deve à alta no preço dos alimentos na macro-região paulista. Alguns alimentos tiveram aumento de até 20,27% no acumulado de 12 meses como batata e tomate.

Os resultados foram apurados por um levantamento feito pelo Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais da Universidade de Taubaté (Nupes). As informações são da Band.

O estudo leva em conta a cesta básica necessária para alimentar uma família de até cinco pessoas e com renda mensal de cinco salários mínimos. Os dados mostram que, neste cenário, seria necessário desembolsar um valor de R$ 2.255,51 para cobrir os custos com alimentação de um lar do Vale do Paraíba.

No de setembro, o mesmo levantamento realizado pelo Nupes mostrou que os preços já estavam inflacionados no acumulado de 2021. À época, era possível comprar a mesma cesta básica pelo valor de R$ 2.229,59.

A cidade com a cesta mais cara da região é Caçapava onde o grupo de alimentos é vendido, em média, por R$ 2.313,67. O ranking é formado, sem seguida, por Campos do Jordão (R$ 2.291,21), depois São José dos Campos (R$ 2.222,73) e Taubaté (R$ 2.194,42).

Os alimentos com maior alta no período observado foram a batata com 14,62%, o tomate aumentado em 14,35% e o mamão formosa com 12,14% de inflação direta.

Mas houve também redução de preços no período. Segundo a pesquisa, os alimentos com maior redução foram a abobrinha (-32,88%), o arroz (-5,10%) e a cenoura (-3,61%).

Custo de vida no Vale do Paraíba é puxado por alta na cesta básica em SP Custo de vida no Vale do Paraíba é puxado por alta na cesta básica em SP Reviewed by Joe25585 on novembro 10, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

Banner PagSeguro